quarta-feira, 23 de março de 2011

Receita de inclusão


Ingredientes:

- 30 a 40 crianças genéricas (isto é, sem rótulos) da mesma faixa etária, ambos os sexos, com habilidades e competências heterogêneas
- 1 a 2 crianças com rótulos catalogados na CID, CIF ou qualquer outra tabela não periódica.
- 1 pacote de apostilas ou livros didáticos pasteurizados (não use produtos in natura que podem atacar os neurônios dos professores)
- 1 pacote de avaliações que sejam rigorosamente idênticas na forma e no conteúdo
- Giz a gosto

Modo de preparação

Pegue todos os ingredientes e coloque num liquidificador da marca "Saladeaula" e bata em alta velocidade por 200 dias letivos, até formar uma pasta completamente homogênea.

Caso, durante o processamento, a massa forme grumos de personalidade, brilhantismo ou atraso, encaminhe o ingrediente resistente para ser dissolvido por um especialista.

Se, mesmo assim, o ingrediente não se adaptar à massa, descarte-o, culpando os fornecedores (da marca PaieMãe) por sua má qualidade ou recomende que seja levado para um liquidificador especial (os melhores são os importados da marca Segregator).

Ao final do processo coe toda a pasta em peneiras de provas locais, regionais, nacionais, internacionais e aeroespaciais. Se você perceber que algum ingrediente corre o risco de não passar na prova e prejudicar o bônus do cozinheiro, sugira que ele fique doente no dia da prova.

Sirva acompanhado de reportagens laudatórias em revistas educação e inclusão.

Descrição da imagem: ilustração de um cozinheiro enfeitando um bolo com creme

13 comentários:

Cris Frank disse...

Vou recomendar esta receita para a professora da minha filha Amanda (11 anos) e que atualmente está segregada por ser autista, em escola municipal.

Receitinha muito boa!!!
Abraços,
Cris Frank

Cristiana Soares disse...

hehe. muito bom, fábio!

só esqueceu de dizer que o resultado dessa receita é adulto solado.

Vilma A. de Mello disse...

Importante esquecer que algumas crianças possuem nome, trate-as por DM,DV etc.. Além de chic mostra que você é uma pessoa muito instruída...

Já foi provado que essa receita não funciona, mas não custa tentar de novo, afinal que vai querer que a inclusão dê certo?

Muito bom Fábio. Parabéns.

Denise Amantino disse...

Bom demais!!

É triste, mas eu dei muita risada (ainda mais do liquidificador SEGRAGATOR!)

Denise.

Vagner disse...

Virei teu fã!!!

Andrea Tikhomiroff disse...

Fantástico, como sempre! AMEI o texto!!! Parabéns!!! Beijos!

S.O.S. Educação Pública disse...

Fábio

Parabéns pelo ótimo texto, você descreve magistralmente a política educacional vigente.

Solicito a sua autorização para publicar este post em meu blog, caso seja possível desejo saber se posso mudar a ilustração. Meu e-mail é edpublicabr@gmail.com

Atenciosamente

Arimar disse...

Querido Fabio.
Da próxima vez que vier aqui, me avise.
Beijos
Arimar

TearSocial disse...

Ótimo esse texto. Parabéns!
Mostra que o óbvio muitas vezes é o mais difícil de ser percebido. O olhar se acostuma com a paisagem e não percebe mais o que está posto. Muito legal mesmo, texto que não precisa de bula para ser entendido. Abraço

Edna Santos disse...

Mostra fielmente nossa realidade. A inclusão que as escolas dizem fazer... Conheço bem essa realidade de perto e poucos entendem e executam de fato essa inclusão! Triste realidade... Adorei o blog! Parabéns!

Edna Santos disse...

Olá... Adorei o seu blog! Faço pedagogia na UNEB - Universidade do Estado da Bahia, e estamos cursando a disciplina de Educação, Inclusão e Acessibilidade... As discussões estão a todo vapor, estamos conhecendo e resignificando alguns termos. Trabalho também numa escola regular que oferece essa "Inclusão" que trata seu texto nessa postagem! Adorei!! Postei no blog da minha turma para levantar uma reflexão sobre isso e divulgarei o seu blog para eles! O nosso é http://pedagogiaeinclusao2011.blogspot.com/. Ainda está em construção, mas ele trará relatos de todos da turma em diversas situações. Parabéns pelo seu blog e pelas suas ideias.
Um abraço! Edna Santos!

♥ κєκєl ♥ disse...

Olá

Sou professora de uma escola estadual e estou aqui lhe convidando para conhecer nosso blog de LIBRAS onde o nosso objetivo é expandir a Língua de Sinais, pois somos escola pólo para atendimento da pessoa com deficiência auditiva.
Se você tiver um tempinho e interesse pelo assunto, venha nos visitar. O endereço é:

http://eeblmlibras.blogspot.com/

Abraços fraternos

PS. RECEITA FANTÁSTICA. VOU PASSAR ADIANTE.

Fátima disse...

Muito original e verdadeiro!
Fatima Santos