sexta-feira, 4 de setembro de 2009

A invasão dos downianos

Recentemente li um artigo que finalmente me trouxe todos os esclarecimentos que eu precisava a respeito da Síndrome de Down, assunto que me interessa desde o nascimento do meu filho há mais de 10 anos.

A revelação veio através de um desses muitos artigos bem intencionados mas, totalmente desinformado, o que comprova a tese que sempre ouvi da minha mãe que de boas intenções o inferno está cheio.

O artigo se referia às pessoas com síndrome de Down como os “downianos”.

É isso! Rapidamente constatei, eles não são seres humanos, mas extra-terrestres, vindos diretamente do Planeta Down, que deve ficar na galáxia de Cromossômica.

Os seres desse planeta, assim como se crê sobre os incas venusianos, são todos iguais. Seja de aparência, de comportamento ou capacidade. É verdade que, apesar de 97% deles terem material genético adicional no cromossomo 21, não significa que todo o resto da sua genética é idêntico. Quem vê de fora não percebe.

Duro é que muita gente que vê de dentro também não percebe isso.

Mas existem outras características comuns ao “downianos”, todos são sensíveis a um determinado tipo de minério, a hypotonita. Por outro lado são mais resistentes a determinados tipos de tumores o que tem levado os pesquisadores a querer entender melhor o tal do terceiro cromossomo.

Os downianos já frequentam a Terra há centenas de anos mas, nas últimas décadas começaram a ter algumas mudanças de comportamento significativas.

Uma delas é que passaram a resistir mais tempo ao ambiente hostil que os cercava e, atualmente, vivem mais.

A mudança mais significativa, no entanto, é que, de pouco tempo para cá, eles começaram a invadir disfarçadamente os espaços dos seres comuns e, com isso estão adquirindo características quase humanas.

Acreditava-se que nenhum deles conseguiria aprender a respeito da cultura dos terráqueos, especialmente da educação formal. Por incrível que pareça, todos aqueles que se infiltraram nas escolas comuns começaram a aprender. Alguns mais que os outros, mas os terráqueos também não são assim?

O ufólogos afirmavam que os downianos não tinham capacidade de abstração, que nunca aprenderiam álgebra e que, no máximo, poderiam ser treinados para tarefas repetitivas. Os downianos escolarizados estão derrubando todos esses mitos.

Esse comportamento está deixando os ufólogos em pânico. Percebem que podem perder os seus empregos e, especialmente, as verbas secretas que os governos lhes concede para manter os downianos segregados.

Se os órgãos oficiais não colocarem uma ordem nessa bagunça, daqui a algum tempo os downianos vão querer ter até os mesmos direitos que os humanos.

Descrição da imagem: um grupo de alienígenas verdes do filme Galaxy Quest.

12 comentários:

morphopolis disse...

Fabio

The truth is out there

Lucio
:]]

Vilma Mello disse...

Seres humanos são tão estranhos...

Ana Rosa disse...

uheuheuehuehueheuhehe

adoreeeeeeeeei

LENA LEMOS disse...

kkkkkkkkkkkkk amei vc como sempre , me faz dar muitas risadas, esta semana foi cruel em se tratando dos nossos "downianos" kkk bjs

aninha disse...

Li este texto pela manhã e confesso que chorei...pois é assim, desta maneira que vejo os "normais" tratarem os "diferentes"...ando desencantada com o mundo.
Na minha escola há um abaixo-assinado para impedir o fechamento das escolas especiais (mas em verdade, não receber os alunos com deficiências) ao ser questionada se assinaria, disse que não, pois isto implicaria que meu filho não poderia frequentar aquela escola, que eu trabalhava, que me dedico para atender alunos com muitas dificuldades. Meu filho é deficiente auditivo e nunca a escola dele, que é particular, fez qualquer restrição a ele, muito pelo contrário. E eu nem sabia da deficiência dele ao escolher a escola. Nem sei se cabe aqui..mas o Colégio dele é o Mãe de deus em Porto Alegre, e sinto que acolhe seus alunos, sem levantar bandeira de inclusão...Penso que isto é reconhecer o cada um como indíviduo único e especial..Boa Noite...adoro a ironia dos teus textos Fábio.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Minha 'Downiana" é mesmo diferente e ela mesma diz( me ouviu dizer e passou a repetir):Viva Down!

A frase foi usada em uma ocasião em que observavamos a falta de educação de alguns "terráqueos" e daí em diante ela mesma quando assiste a alguma atitude agressiva ou incoveniente a repete.Acho que vou eensiná-la a dizer:"Viva os "downianos"!!!

Suas colocações são perfeitas !!!

Um beijo!

Sonia Regina.

Anônimo disse...

Querido Fábio...

Perfeito !! Eu, mãe de um ser trissômico,sinto, muitas vezes, que a minha menina está se tornando humana em contato com a criptonita vida na terra...pois as pessoas observam atônitas as atitudes "normais" de Sofia, como se fosse inacreditável que um "anjinho" ou "et" fosse capaz de falar bem aos 4 anos, andar, pedir para o amiguinho da escola deixar ela tentar fazer a atividade...será que ela "tem menas deficiência", rsrs
Beijos
Kiki

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Fábio!

Gostei tanto de seu texto que tomei a liberdade de postá-lo em meu blog,com os devidos créditos.Espero que não se zangue!

Um beijo!

Sonia Regina.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Fábio!

Obrigada por sua visita em meu blog,onde seu texto ficou muito bem!!

Abraço!

Sonia Regina.

Iberemello disse...

Fábio : Excelente.Vai ver que os Downianos são da mesma raça do ET Bidu e acabam por mandar todo mundo buscar conhecimento....

Anna Brito disse...

Olá, Fabio! Meu filho não veio desse planeta downiano, mas também veio de uma galáxia distante! Chamam-nos de "autistas". Eles também têm invadido o mundo dos tarráqueos, mas alguns acham que esses extraterrestres são agressivos, evitando um contato maior em elevadores públicos ou olhando meio atravessado, com um misto de curiosidade, medo e pena.
Acho que precisamos permitir que essas invasões aconteçam cada vez mais! Quem sabe se com o suposto fim do mundo em 2012, possamos ver uma nova humanidade, mais "galaxial" e menos "terrena" demais!
Gostei do seu texto! Abraços, Anna Paula

Paty disse...

Minha menina também tem dawn e acho que ela irradia tanto amor que com certeza não é da terra mesmo!!!